Desemprego volta a aumentar no Brasil e agora são 12,7 milhões de pessoas sem trabalho

o-DESEMPREGO-facebook-1024x512

O mês de janeiro não começou bem para 318 mil trabalhadores que foram demitidos. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), agora, o Brasil tem 12,7 milhões de desempregados, representando um aumento de 12% na taxa de desocupação.

Nada é mais preocupante do que ver tantas pessoas sem emprego e, pior, não há uma previsão para a redução dessa taxa. Os trabalhadores precisam sustentar as suas famílias, pagarem as suas contas, terem uma vida tranquila.

Há poucos dias, vimos a Ford anunciar o fechamento de sua fábrica em São Bernardo do Campo e quando isso acontecer, serão mais 27 mil pessoas sem trabalho, sem perspectivas.

O que fazer com tanta gente desempregada? Como resolver esse problema a curto prazo? Enquanto o governo só pensa em retirar direitos, por meio de reformas distorcidas, o trabalhador sofre para conseguir sustentar os seus filhos. E quem está empregado, vive com a dúvida de até quando terá o seu emprego.

É inaceitável essa situação do Brasil, uma das maiores economias da América Latina. Os brasileiros não aceitam mais viver com incertezas. O governo precisa criar políticas públicas de emprego e de renda eficazes.

O país tem tudo para voltar a crescer economicamente, bastam ações significativas que nos tirem do desalento.